Tudo que Você Precisa Saber Sobre Câncer de Mama

Tudo que Você Precisa Saber Sobre Câncer de MamaA cada dois minutos uma mulher é diagnosticada com câncer de mama no mundo e 70% destes são detectados pelo auto-exame das mamas. No entanto, 8 em cada 10 nódulos mamários não são cânceres e sim tumores benignos. Quando o câncer de mama é detectado precocemente, a sobrevida em 5 anos é de 96%. Embora o histórico familiar seja fundamental para prevenção do mesmo, a grande maioria dos casos são diagnosticados em mulheres sem pré disposição genética, então todas nós mulheres devemos fcar atentas!

Vamos abordar agora algumas definições: O que é o cancer da mama? é uma doença em que as células formam tecido (câncer) maligno na mama. Cada seio tem de 15 a 20 seções que são os lobos, que têm muitas seções menores chamadas lóbulos, e terminam em dezenas de pequenas estruturas produtoras de leite. Todo esse sistema está interligado por tubos finos chamados ductos.

É composta também de vasos sangüíneos e vasos linfáticos. Os vasos linfáticos transportam a linfa e se comunicam com pequenos órgãos chamados gânglios linfáticos. Estes últimos, filtram as substâncias (antígenos) contidas na linfa e ajudam no combate a doença. Os gânglios linfáticos estão situados perto da mama na axila, acima da clavícula e no tórax. Quando se fala de linfonodo sentinela se refere precisamente ao que está mais próximo de onde o câncer está localizado.

Tipos de Câncer: O tipo mais comum, cerca de 80 % dos casos, é chamado de carcinoma ductal, que começa nas células dos ductos. O Câncer que se inicia nos lobos ou lóbulos é chamado de carcinoma lobular e afetam ambas as mamas. As metástases é quando o câncer a invade áreas vizinhas e/ou órgãos distantes. Carcinoma inflamatório é um câncer raro. Ele é agressivo e de rápido crescimento. A pele da mama tende a aumentar e tambem sua temperatura. A aparência torna-se como uma laranja, e podem aparecer rugas e saliências.

Fatores de Risco: São circunstâncias que tornam uma pessoa mais propensa a desenvolver o tumor, são elas:

  • Idade: o risco aumenta com a idade. A maioria dos cânceres de mama ocorrem em mulheres com mais de 50 anos. É raro ocorrer em mulheres com menos de 35 anos, mas não é impossível.
  • Sexo: As mulheres são mais propensos a desenvolver câncer de mama. A probabilidade dos homens é um em cada cem mulheres.
  • Histórico familiar: as chances são aumentadas se uma mãe, irmã ou filha sofreu com esta doença. Além disso, esse risco aumenta se a família já teve câncer antes da menopausa, ou se afetou ambas as mamas. E a monotorização deve ser maior nestes casos. No entanto, lembre-se que a maioria dos pacientes com câncer de mama, não apresentaram história familiar.
  • Após ter tido um outro câncer (ovário ou do cólon), o risco de câncer de mama aumenta.
  • Menopausa tardia (após 55 anos de idade).
  • Não ter filhos, ou nascimento do primeiro filho depois dos 30 anos.
  • Fatores ambientais: pesticidas, campos eletromagnéticos, alimentos e água contaminados são possíveis agravantes.
  • Estilo de vida: possível relação entre o consumo de álcool e o desenvolvimento de câncer de mama. Consumo em um ou dois drinques por dia aumenta ligeiramente o risco de câncer de mama. Quanto mais você bebe, maior será o aumento do risco. O tabagismo, também além de ser um inimigo do seu pulmão atua com fator de risco para desenvolvimento do câncer de mama.
  • Obesidade: Muitos pesquisadores sugerem que uma dieta baixa em gordura, rica em frutas e legumes e a prática de exercicio físico regular podem ajudar a prevenir o aparecimento de câncer de mama.
  • Stress: Levando uma vida estressante, você prejudica à sua saúde e, conseqüentemente, podem promover o desenvolvimento de doenças.
  • TRH: Alguns pesquisadores sugerem que, após 10 anos com terapia de reposição hormonal (TRH) pode aumentar o risco de câncer.

Sinais e Sintomas: Na fase inicial do câncer de mama, as mulheres geralmente não apresentam sintomas. Mas existem alguns sinais que são indicativos como por exemplo: 1 – Um caroço ou nódulo na mama, geralmente único, duro e normalmente não é doloroso. 2 – Retração do mamilo. 3 – Alterações na cor ou textura da pele. 4 – Dimensionamento do mamilo ou em outra área da mama. 5 – rígidos e persistente gânglios axilares. 6 – Dor, vermelhidão, inchaço ou sensação de aumento da temperatura no peito.

Tudo que Você Precisa Saber Sobre Câncer de Mama

Diagnóstico: A mamografia é uma imagem de raios-X que detecta a presença de tumor na mama, antes que seja perceptível ao tato. Como o melhor método de detecção, os especialistas recomendam que todas as mulheres façam este exame, a partir do 50-55. Às vezes, a mamografia pode gerar um desconforto leve a partir da compressão da mama, mas isso será temporário. Se você ainda menstrua tente fazê-lo nos primeiros dias após a menstruação, quando as mamas estão menos macias.
A radiação que você recebe uma mamografia é muito baixa, por isso é seguro fazê-lo anualmente, ou cada seis meses ou quando o seu médico considerar necessário. Outros exames como a ressonância magnética (RM), ultra-sonografia (ecografia) e biópsia, podem ser solicitados para diagnostico médico. Os tipos de tratamento para o cancer de mama mais comuns são:

  • Cirurgia: O tipo de procedimento cirúrgico depende da extensão do tumor. Se o tamanho do tumor permitir, o cirurgião pode realizar uma lumpectomia, que envolve a remoção de parte do tecido da mama. Com a mastectomia, no entanto, a mama é removida completamente. Ambas as intervenções podem exigir a eliminação dos gânglios linfáticos mais próximos (localizado na axila).
  • Radioterapia: É um tratamento local, como a cirurgia e consiste de uma elevada concentração de raios-X dirigidas a um ponto específico. Às vezes, a radioterapia é utilizada após a cirurgia para matar as células cancerígenas que não tenham sido removidos. Ao aplicar este tratamento após a remoção cirurgica, os médicos tem uma certa segurança em relação a erradicação completa do tumor.
  • Quimioterapia: Seu comportamento é erradicar as células cancerosas, destruindo-as. Dentro das famílias de agentes quimioterapêuticos utilizados contra o cancer de mama que são os agentes alquilantes, antimetabólitos, antibióticos antitumorais, os inibidores da mitose, entre outros, estes são selecionados de acordo com cada situação pelo especialista.
  • A terapia hormonal: Tratamentos hormonais procuram travar a progressão do câncer, alterando os níveis de hormônios femininos. As drogas deste tipo mais comumente utilizados são: tamoxifeno, toremifeno e progestágenos.

PREVINA-SE: 1- Faça o auto exame das mamas. 2- Consulte regularmente seu médico. 3- Faça a mamografia anualmente, após 40 anos de idade ou antes, caso você tenha histórico de câncer de mama na família. Observe os fatores de risco afim de evita-los, cuide-se para prevenir este mal!

Mamografia: exame detecta câncer de mama
Matérias Relacionadas
Saúde da Mulher Câncer de Mama

O câncer de mama tem crescido no últimos tempos e deixado de ser uma doença tão temida devido a quantidade

Saúde da Mulher Câncer de Mama, 10 Avanços e Novidades

O câncer de mama é muito temido pelas mulheres e a causa de um grande número de mortes ainda na

Saúde da Mulher O que é Câncer de Mama

O Câncer de mama é um dos problemas envolvendo a saúde da mulher que vem sendo discutido freqüentemente. Assim como

Saúde da Mulher Quando devo Fazer Exames Ginecológicos?

A mulher deve realizar os exames ginecológicos como forma de cuidar da sua saúde, mas a dúvida que surge é

Saúde da Mulher Como Superar o Câncer de Mama

O câncer de mama já não é mais um tabu e muitas campanhas são realizadas com o objetivo de alertas

Comentário Anônimo(opcional)

Comentário com seu Facebook
Existe 1 Comentário para Dica "Tudo que Você Precisa Saber Sobre Câncer de Mama"
Quesia Rodrigues Alves

Muito bom vocês trazer informações tão importante para nos mulheres é nós devemos nos cuida um abraço