Riscos da Automedicação para as Mulheres

Riscos da AutomedicaçãoA automedicação é uma prática que, apesar de comum, é um problema que pode levar a problemas de saúde a longo prazo, e que pode se tornar irreversível.

Tendência crescente: Basta ver o espaço que os medicamentos ocupam nas prateleiras de um supermercado para verificar que a cada dia existem mais opções para o tratamento de sintomas leves, mas a questão é mais complexa do que escolher, pagar e levar.

A automedicação se dá quando uma pessoa assume o cuidado de sua própria saúde com o intuito de melhorar, prevenir ou limitar qualquer desconforto causado por uma doença ou lesão, por exemplo, ao comprar uma pomada para tratar lesões ou tomar um analgésico.

Complicações frequentes causadas pela Automedicação

Os tipos de complicações que podem ocorrer devido a esta prática são:

  • Crise hipertensiva
  • Dores de cabeça crônicas
  • Resistência aos antibióticos
  • Úlceras gástricas
  • Arritmias cardíacas
  • Risco aumentado de hemorragia que pode ocorrer quando um ingrediente ativo mistura-se com outro dentro do corpo.

Essas complicações são apenas alguns dos problemas. Outro problema que pode ocorrer está relacionado com os efeitos secundários. Por exemplo, o ibuprofeno alivia as dores, mas ao tomá-lo por longos períodos, prejudica a função renal. A automedicação constante com analgésicos pode mascarar certos sintomas que podem indicar problemas mais graves que exigem tratamento imediato.

O médico de confiança deve ser informado sobre os medicamentos que o paciente está consumindo, mesmo aqueles comprados sem receita médica. Esta informação é muito importante a fim de evitar interações medicamentosas, pois pode resultar na presença de várias substâncias no corpo que podem cancelar ou potencializar os remédios que estão sendo ingeridos.

Mau uso e uso indevido de substâncias

Esses termos são frequentemente confundidos por isso é necessário defini-los para entender as suas diferenças:

Mau uso de substâncias: O medicamento é usado com uma finalidade médica, mas de maneira incorreta, por exemplo, tomar antibiótico por três dias se a receita diz que deve ser consumido por uma semana inteira.

Uso indevido de substâncias: Se refere à utilização de medicação que não visa à melhoria do cuidado da saúde. Quando os medicamentos não são vendidos sem receita médica e nem prescritos para a pessoa, seu uso é tão ilegal como drogas ilícitas.

Algumas pessoas experimentam essas medicações porque acreditam que irá ajudá-las a se divertir mais, perder peso, para ser aceito em determinado grupo, dormir melhor, para eliminar a ansiedade e até mesmo, para estudar ou trabalhar com mais eficácia.

Entre as drogas mais comumente usadas indevidamente encontramos:

  • Analgésicos
  • Ansiolíticos ou tranquilizantes
  • Antibióticos
  • Antigripais
  • Antidiarreico

Tanto o mau uso e o uso indevido de medicação devem ser evitados como também a prática prolongada, e eliminar as recomendações médicas pode resultar em danos irreparáveis, além de causar vício entre outros transtornos.

Riscos da Automedicação
Matérias Relacionadas
Saúde da Mulher Como Tratar Infecções nos Ouvidos

Uma infecção no ouvido pode ocorrer em adultos, embora seja mais comum que afete as crianças e esta pode causar

Cuidado com a pele Máscara para Acne

A acne costuma ocorrer na adolescência, mas também pode surgir na idade adulta e causa muito desconforto além de uma

Saúde da Mulher As Ervas que Limpam o Corpo de Toxinas

As ervas podem influenciar o nosso organismo de diversas formas e muitas pessoas preferem o uso de ervas, embora as

Saúde da Mulher Tomar Analgésicos em Excesso Pode Provocar Infarto

Alguns medicamentos quando consumidos em excesso em vez de trazer benefícios causam problemas para saúde. Por isso, é necessário consultar

Cuidado com a pele Como Eliminar a Acne

A acne é a doença de pele mais comum causada por uma infecção bacteriana devido a alterações hormonais e trata-se

Comentário Anônimo(opcional)

Comentário com seu Facebook
Nenhum Comentario para Dicas "Riscos da Automedicação para as Mulheres"