Infecção por Micoplasma, DST Altamente Contagiosa

Infecção por Micoplasma, DST Altamente ContagiosaAs infecções por micoplasma e ureoplasmas são doenças sexualmente transmissíveis. Esses agentes infecciosos geram desde problemas leves, como infecções do trato urinário até outros mais severos que afetam os órgãos genitais, causando infecções puerperais, repetição de abortos e consequente infertilidade.

Existe uma grande variedade de micoplasmas, mas os que geram infecções sexuais (uretrite, Bartolinite, vaginite, e doença inflamatória pélvica, entre outras) são Micoplasma hominis e Ureaplasma.

Ambos agentes infecciosos afetam homens e mulheres, só que nos homens a clínica é menos comum e geralmente passa despercebida. No homem esses agentes utilizam reservatório, o sêmen dos pacientes possui micoplasmas aderidos à cauda do espermatozóide, assim ao produzir o ato sexual, a mulher se contamina porque as bactérias ascendem pelo trato genital feminino.

Os ureaplasmas geram uretrite não gonocócica nos homens, e também podem ser responsáveis por prostatite e infertilidade. Nas mulheres são causa de cervicovaginitis, nascimento prematuro, febre pós-parto e doença inflamatória pélvica.

O micoplasma hominis e o ureaplasma de transmissão sexual são muito contagiosos, mas se tratados a tempo não geram problemas severos.

Sintomas da infecção por micoplasma e ureoplasmas

A clínica das infecções por ureaplasma e micoplasma não é específica, os sintomas nos homens são na uretra, epidídimo, próstata e testículos. Quando a infecção não é tratada, pode levar a lesões que afetam a fertilidade.

Nas mulheres, a infecção por micoplasma e ureoplasmas gera infecções altas e baixas, os sintomas mais comuns são: vaginite, cervicite, uretrite e bartolinite, depois podem ocorrer endometrite e salpingite (infecção das trompas de falópio), estas últimas são mais perigosas porque podem causar esterilidade.

O diagnóstico da infecção por micoplasma e ureoplasmas é realizado mediante uma cultura endocervical, por isso que é tão importante consultar um ginecologista quando existem alterações no fluxo ou desconforto incomum.

O tratamento da infecção com estes agentes é com antibióticos por via oral.

A prevenção da infecção por micoplasma e ureoplasmas

Como se trata de uma doença sexualmente transmissível, a única maneira de evitá-la é usar um método de barreira, como os preservativos durante todo o ato sexual. No caso de não fazê-lo, tenha um parceiro estável onde ambos façam os exames de controle de saúde competentes.

Infecção por Clamidias, Gonococos e Mycoplasmas
Matérias Relacionadas
Saúde da Mulher Tricomoníase, Uma Doença Sexualmente Transmissível Pouco Conhecida

Existem muitos tipos de DSTs e todas nós conhecemos algumas formas de nos proteger contra estes. Mas hoje vamos falar

Saúde da Mulher Cranberry: Uma Ajuda da Natureza na Prevenção da Infecção Urinária

A infecção do trato urinário é muito comum nas mulheres e muitas vezes recorrente. Mas a natureza nos oferece uma

Saúde da Mulher Precauções para Evitar Infecções Vaginais

Os órgãos genitais femininos são muito sensíveis e suscetíveis de contrair alguma infecção. Existem diversos tipos de infecções vaginais e

Saúde da Mulher HPV e Verrugas Genitais, como Tratá-las

Muitas de nós já ouvimos sobre o HPV, um vírus de transmissão sexual que pode ou não se manifestar e

Saúde da Mulher Risco do Uso da Roupa Apertada

As tendências atuais de moda, tanto para homens como para mulheres, requer corpos com silhuetas bem torneadas e visíveis, e

Comentário Anônimo(opcional)

Comentário com seu Facebook
Existem 2 Comentários para a Dica "Infecção por Micoplasma, DST Altamente Contagiosa"
Catia

Fui pesquisar e achei essa matéria fala exatamente o que a ginecologista me explicou... as duas doenças são estas: micoplasma e ureaplasma.

Maria

Estou com sério problema se eu tiver infecção por microplasma? onde procurar tratamento?