Bexiga hiperativa: O que Fazer?

Bexiga hiperativa: O que Fazer?A princípio veremos o que é uma bexiga hiperativa. Diz-se que uma bexiga é hiperativa quando ela libera xixi em momentos equivocados. Se uma pessoa possui dois ou mais destes sintomas, pode ser sinal de bexiga hiperativa:

  • Perder xixi logo após vir a vontade
  • Fazer xixi 8 vezes ou mais ao dia ou mais de duas vezes por noite
  • Vontade repentina de fazer xixi e uma necessidade extrema de correr para o banheiro.
  • Em resumo: Não dá pra segurar!

Molhar as calças involuntariamente não é nada bom. Isto até é conhecido com outro nome: incontinência urinária. Milhares de pessoas em todo o mundo têm esta principal queixa quando o assunto é saúde. É mais comum em pessoas idosas.

Aqui estão 5 maneiras de melhorar este mal:

Perder peso

O excesso de peso traz muitos riscos à saúde e um deles é a bexiga hiperativa. A gordura localizada ao redor do abdômen e dos quadris gera uma pressão extra sobre os músculos e a pelve o que aumenta a micção, isto é, o ato de fazer xixi. Por exemplo, é devido a isto que uma mulher grávida faz muito xixi. O correto é controlar a bexiga exercitando o corpo.

Exercícios para os músculos pélvicos

Um dos principais exercícios para fortalecer e restaurar o tônus destes músculos é o exercício de Kegel, que também é muito conhecido para melhorar as relações sexuais. Este exercício tem o fim de melhorar a função dos esfíncteres da uretra e do reto.

A técnica é simples. Sentada numa cadeira encoste suas costas no espaldar. Descanse seus braços junto ao corpo. Contraia os músculos do assoalho pélvico. É como se você segurasse o xixi. Conte até 10 e vai relaxando vagarosamente (conte até 15 até relaxar totalmente).  Faça isto 10 vezes, 3 vezes ao dia. O sucesso desta técnica está na regularidade da mesma, isto, fazer de manhã, a tarde e a noite. Para se ter um melhor resultado é bom fazer numa cadeira, porém nada impedirá de fazer na cama na hora de dormir.

Esta técnica pode ser usada tanto pelos homens quanto pelas mulheres e recomendada para as gestantes.

Evite adoçantes

Os adoçantes artificiais são usados principalmente para diminuir o consumo de açúcar e calorias. Que eles têm seus benefícios, isto é claro. Porém, alguns estudos têm demonstrado que os adoçantes podem agravar tanto a quantidade quanto a frequência que você faz xixi. Evite bebidas adoçadas por completo e prefira água.

Equilíbrio em líquidos

Em alguns casos a redução de líquidos pode ajudar na redução da frequência urinária. Porém procurar a ajuda de um especialista na área é o mais importante.

Elimine o álcool e a cafeína

O álcool e a cafeína pioram a bexiga hiperativa. Ambos são diuréticos por isso aumentam a frequência urinária. O ideal seria não consumir café. Uma xícara de café não é problema, mas sim o excesso. Tente eliminar outras fontes de cafeína como refrigerantes, chás ou chocolate. Quanto ao álcool só tem duas saídas: não beber ou o mínimo possível, isto é, não passar de um copo. Só assim você aliviará sua bexiga hiperativa.

Transtornos urológicos e bexiga hiperativa, causas e tratamentos
Matérias Relacionadas
Saúde da Mulher Por que Não Devo Segurar o Xixi?

Xixi, uma coisa tão banal e tão negligenciada em nossa vida diária. Saiba qual a importância de urinar com frequência

Saúde da Mulher O Que Fazer Para Recuperar Seu Corpo Após a Gravidez?

Durante a gravidez muitas mudanças ocorrem no corpo da mulher, já que você está carregando um bebê em desenvolvimento dentro

Saúde da Mulher Pilates: Um Exercicio Eficiente!

O consiste pilates em uma técnica para realizar exercícios onde buscamos a concentração e controle do corpo. Esse tipo de

Beleza da Mulher Como Reduzir ou Eliminar a Papada

Realizar exercícios, comer peixe e beber muita água são alguns dos segredos para eliminar a inconveniente papada. Uma condição comum

Saúde da Mulher Pilates com Bola Controla Ansiedade

O Pilates é muito útil para trabalhar a saúde física e mental em conjunto e existem diversas maneiras de praticá-lo.

Comentário Anônimo(opcional)

Comentário com seu Facebook
Nenhum Comentario para Dicas "Bexiga hiperativa: O que Fazer?"