A Diferença Entre Sal Marinho e Sal Refinado ou Sal Comum

A Diferença Entre sal Marinho e Sal Refinado ou Sal ComumO sal é essencial para os seres humanos e ao mesmo tempo necessário para todo tipo de vida animal. Amplamente utilizado como um condimento, como produto medicinal, na produção de cloro, soda cáustica, vidro, alumínio, plástico, alimentos, etc. É um dos elementos mais importantes para o equilíbrio orgânico.

Existem dois tipos de sal: marinho e o refinado ou comum

O sal marinho puro contém 84 elementos importantes para a saúde humana, que são eliminados durante o processo de industrialização para a produção do sal refinado que é prejudicial à saúde. O sal marinho também é conhecido como sal grosso.

Durante sua fabricação, quando o sal do mar é “lavado” há perdas de algas microscópicas, que fixam o iodo natural no organismo, importante para a prevenção do bócio. Mas as perdas não param por aí. O processo também elimina o enxofre, o magnésio, o cálcio e outros elementos. Essa lavagem feita a quente serve para “clarear” o produto, causando a perda da maioria dos elementos essenciais. Por isso é adicionado iodo no sal comum em sua industrialização.

Depois de refinado ou empobrecido, o sal industrial é “enriquecido” com aditivos químicos que impedem a formação de cálculos, mas eles não são naturais e são prejudiciais à saúde, porém as donas de casa preferem porque ele é branco, brilhante e solto.

Em alta quantidade o sal comum produz uma sensação desagradável devido a sua concentração. Enquanto uma pedra de sal marinho pode ser agradável ao nosso paladar.

O sal é prejudicial?

O sal refinado ou comum não ajuda à saúde devido ao seu alto teor de sódio que favorece a hipertensão e retenção de líquidos, o que não acontece com o sal marinho. Tanto que as pessoas hipertensas podem usá-lo com moderação e com supervisão médica, uma vez que o seu teor de sódio é muito menor.

Os efeitos negativos do consumo de sal refinado se veem manifestados nas seguintes enfermidades: hipertensão arterial, edemas, pré-eclampsia ou eclampsia, arteriosclerose cerebral, aterosclerose, cálculos renais, cálculos na bexiga, cálculos biliares, hipoplasia da tireóide e ou disfunção da paratireóide.

Diante do exposto, preste atenção na quantidade de sal consumida em sua casa e, sempre que possível, tente experimentar com uma nova receita que incorpore o sal do mar ou sal grosso. Aos poucos, os hábitos serão modificados e irão se tornar mais saudáveis.

A utilidade em usar o sal marinho ou sal grosso é que ele contém menos sódio que o comum. Se você não quiser usá-lo grosso, triture-o no liquidificador e passe por uma peneira. Você verá que até o sabor de seus alimentos ficarão mais saborosos.

Troque o Sal refinado por Sal Marinho
Matérias Relacionadas
Saúde da Mulher O Perigo do Sal Escondido na Nossa Alimentação

O sal está presente em muitos alimentos e além disso, acrescentamos mais sal as nossas refeições diárias isso pode causar

Saúde da Mulher Alimentação Indicada para Gastrite

Os problemas de estômago como a gastrite podem ter diversas causas e precisam ser tratados para que não se tornem

Dicas para cabelos Tratamentos Caseiros de Desintoxicação para o Cabelo

O cabelo se intoxica por várias razões, como a poluição do meio ambiente, a sujeira e os resíduos de produtos

Beleza da Mulher Elabore seus Próprios Sais de Banho

Os sais de banho podem ser uma excelente opção para relaxar o corpo e a mente depois de um longo

Regimes Para um bom regime reduza gorduras, açúcares e sal

Os hábitos de vida e alimentação saudáveis são a melhor forma de cuidar do nosso organismo, além de manter a

Comentário Anônimo(opcional)

Comentário com seu Facebook
Existem 2 Comentários para a Dica "A Diferença Entre Sal Marinho e Sal Refinado ou Sal Comum"
Lino Da Silva Costa

Li o comentario e gostei.....

Maria De Oliveira

É verdade! uso sal grosso há algum tempo já e senti que minha pressão baixou muito, pois tomava dois tipo de remédio. hoje tomo apenas um e me sinto muito melhor!