Dieta a Base de Orgasmos: as Propostas do Livro “A Mulher Multi-Orgásmica”

Dieta a Base de Orgasmos: as Propostas do Livro "A Mulher Multi-Orgásmica" Se o simples fato de ter atividade sexual ajuda a queimar calorias, como seria então se fazendo uma dieta específica pudéssemos cuidar da nossa imagem e também ter muito mais orgasmos. Embora soe muito ambicioso, é possível.

O livro publicado por Marrena Lindberg explica toda uma série de teorias comprovadas por ela mesma sobre como obter o máximo de prazer escolhendo certos alimentos.

Qualquer coisa que ajude a queimar energia é válida, desde os esportes até a dieta. E ambos combinados, muito melhor. Neste sentido, o sexo é um excelente exercício, evidentemente, levando em conta variáveis, tais como a posição, a duração da relação sexual, os movimentos e assim por diante.

A cada vez que temos sexo se produz uma aceleração de batimentos cardíacos, vaso dilatação das áreas genitais erógenas, aceleração da respiração, contrações e espasmos musculares, e até mesmo o orgasmo consome um gasto energético significativo. Estima-se que pelo menos é possível perder até 150 calorias em uma sessão de 20 minutos.

Também é benéfico para a mente, já que quando fazemos sexo são liberadas endorfinas e serotonina, que nos ajudam a prevenir a depressão e reduzem a ansiedade.

E se tudo isso é tão bom, o melhor é repetir e prolongar no tempo o máximo possível. Para isso, uma mulher lançou toda uma teoria sobre como os alimentos podem nos ajudar a nos sentirmos melhor, perder peso e até mesmo produzir mais e melhores orgasmos.

Orgasmos por alto

Marrena Lindberg é a autora do livro “A mulher multi-orgásmica” ou “dieta do orgasmo” (Editorial Robin Book). Sua frustração por não ser capaz de ter orgasmos, levou à escrita de um livro sobre a experiência que viveu para poder chegar a eles, mas curiosamente através dos alimentos.

Com uma dieta especial, conseguiu que sua sensibilidade se tornasse muito maior, situação que a fez desfrutar de muitos mais e melhores orgasmos. Em consulta com vários médicos, concluiu que alguns alimentos elevam a libido e, consequentemente, aumentam os orgasmos femininos.

Os alimentos funcionam para a nossa saúde, tanto a nível físico como a nível psicológico, tudo é química. Por esta razão, podemos desenvolver uma dieta especial orientada para melhorar ou solucionar essa química que não funciona.

A Dieta Orgásmica

Para aumentar o desejo e a energia sexual pode-se fazer um plano alimentar específico, que nada tem a ver com os famosos alimentos afrodisíacos.

  • Limite o consumo de massa e arroz, porque diminuem a serotonina.
  • A cafeína e outros estimulantes (ervas como Ginko e Ginseng) a elevam muito e desequilibram a relação com a dopamina, que é essencial para alcançar o prazer. Estas taxas devem ser reduzidas ao máximo possível.
  • Aumente a ingestão de alimentos ricos em proteína para melhorar a vida sexual.
  • Escolha os alimentos que aumentam os níveis de testosterona para favorecer o desejo sexual feminino.
  • Evite os alimentos açucarados ou com alto teor de amido, como os doces.
  • A soja é outro perturbador hormonal que acaba com o nível de testosterona, que regula o desejo.
  • Outro problema é causado pelas gorduras trans e os ácidos graxos.

Marrena recomenda uma dieta composta de 30% de proteínas, 30% de gorduras e 40% de carboidratos.

Entre as proteínas: ovos, peixes, carnes e todos os tipos de legumes já que eles ajudam a elevar os níveis de testosterona.

Também ácidos graxos ômega 3 (peixe), gorduras monoinsaturadas (azeite de oliva) e gorduras saturadas que estão presentes em produtos lácteos, carnes e aves, porque aumentam a testosterona total.

O chocolate preto: com 15 gr. diárias é suficiente para aumentar a dopamina. Se você deseja carboidratos, melhor preferir as massas e arroz integral. Evite o pão branco, o açúcar, as batatas e as sobremesas.

As frutas e os vegetais também ajudam a controlar o nível de serotonina e a incorporar vitaminas.

A chave da dieta para a autora é óleo de peixe. Consumir este suplemento (vem em cápsulas), em uma dose elevada é o segredo do prazer. Mas sempre deve ser consultado o seu uso com um médico para evitar qualquer tipo de problema.

Em um próximo artigo, detalharemos sobre este componente fundamental da dieta (óleo de peixe) e como seria um plano de refeições para o dia.

como aumentar os seios
Matérias Relacionadas
Intimidade Feminina Dieta Baseada Orgasmos II: Plano de Refeições e Exercícios

Para muitas mulheres é importante atingir o orgasmo e que este seja mais duradouro. Para ajudar nesta questão existem dietas

Intimidade Feminina Como Aumentar o Desejo Sexual em Mulheres

A relação sexual faz parte da vida em casal e o desejo sexual é afetado por diversos fatores que podem

Intimidade Feminina Amor e Relação Sexual

Quem nunca ouviu dizer que os homens fazem sexo e as mulheres fazem amor? Mas isso não deve ser tomado

Intimidade Feminina Causas de Falta de Resposta Sexual em Mulheres

A relação sexual para muitas mulheres ainda é um tabu, principalmente quando se trata do orgasmo. Hoje falamos sobre alguns

Intimidade Feminina A Sexualidade Feminina na Menopausa

A menopausa é uma etapa da vida das mulheres em que ocorrem diversas mudanças, uma delas é em relação a

Comentário Anônimo(opcional)

Comentário com seu Facebook
Nenhum Comentario para Dicas "Dieta a Base de Orgasmos: as Propostas do Livro “A Mulher Multi-Orgásmica”"