Manchas na Pele que Aparecem Durante a Gravidez e como Tratá-las

Manchas na Pele que Aparecem Durante a Gravidez e como Tratá-lasMuitas vezes a pele, durante a gravidez e devido às mudanças nos processos hormonais, pode sofrer alterações que vão além das clássicas estrias, como manchas escuras e colorações estranhas em algumas áreas localizadas do corpo ou do rosto.

Nenhuma delas está revestida de gravidade, a maioria desaparece no decurso dos meses após o parto e podem ser eficazmente tratadas após a amamentação.

As manchas que aparecem durante o período da gravidez (apenas em algumas mulheres) não doem, nem são doenças de pele que têm gravidade. Sua principal queixa é que elas são desagradáveis ​​aos olhos e mudam de maneira radical a nossa pele posicionando-se em áreas muito visíveis do rosto ou do abdômen. Qualquer delas requer tratamentos estéticos dermatológicos para desaparecerem e não se tornarem definitivas.

Produzem-se devido à alteração na produção de hormônios como estrogênio e progesterona.

Existem vários tipos, embora as mais comuns sejam três: a linha de fusca, as sardas e o melasma.

Melasma: também conhecida como cloasma, aparece principalmente no rosto e tem cor marrom claro. Complica principalmente as mulheres de pele mais escura e pode se tornar mais pronunciada a cada gravidez, ou inclusive se existe herança deste problema na família.

Este tipo de mancha resulta de alterações hormonais, quando neste período se estimula temporariamente a produção de melanina (substância natural que dá cor ao cabelo, pele e olhos).

As manchas de forma irregular e de diversos tamanhos podem aparecer ao redor do lábio superior, nariz, bochechas e testa.

Saiba que a exposição ao sol também afeta as manchas e as agrava, por isso é muito importante, assim que detectadas, começar a usar proteção solar total.

Lentigo: têm uma aparência muito similar as sardas, mas maiores. Aparece no rosto ou no pescoço e vão escurecendo com a exposição à luz solar ou luzes como a dos computadores. Nestes casos, recomenda-se cobrir com corretivo e utilizar proteção solar (FPS 60) para evitar que tomem muito mais cor.

Linha de fusca ou linha Alba: aparece como uma faixa na linha média do abdômen e percorre toda a linha umbilical em cor escura. É conhecida também como linha nigra e não representa nenhuma gravidade. Antes da gravidez, todas as mulheres já têm uma linha chamada linha Alba, que vai do umbigo até o púbis e é quase imperceptível, porque é da mesma cor que o resto da pele. Quando se escurece dura os meses de gestação e após o parto vai clareando até voltar ao seu tom normal.

O excesso de melanina é o responsável por essas manchas e também pelo escurecimento de determinadas áreas. Neste período, muitas mulheres notam que a sua pele tem mais pigmentação nos mamilos, sardas, cicatrizes e pele ao redor dos órgãos genitais. Isto também acontece frequentemente em áreas sujeitas a atrito, tais como as axilas e na parte interna das coxas. Mas em nenhuma circunstância devemos nos alarmar, em seguida, retornam a sua cor natural.

Tratamentos para eliminar as manchas da pele

Pode ser que as áreas que têm escurecido retornem pouco a pouco a sua tonalidade normal poucos meses após o parto, embora também tenha sido observado que, no caso de melasma e lentigo, as mudanças nunca desaparecem por completo. Para tratá-las existem:

Peelings: com ácido tricloroacético na máscara, ou de ácido mandélico servem para clarear gradualmente as manchas.

Laser e luz pulsada: para pequenas manchas, é ideal, pois age diretamente sobre a área mais escura. De acordo com a sua pigmentação pode exigir várias sessões. Existe também um laser (Q switched pixelado) que elimina o melasma em apenas uma sessão.

Cremes: para casos leves, existem cremes que contém ácido retinóico, ácido glicólico, retinol e vitamina C. São semelhantes aos utilizados para tratar o branqueamento de manchas de idade.

Qualquer um destes tratamentos deve ser aconselhado e realizado por um dermatologista, que irá avaliar a melhor opção em cada caso e para o tipo de pele.

Em qualquer caso, devemos também estar atentos a manchas para quaisquer alterações na pigmentação acompanhadas por desconforto, dor à palpação da área, vermelhidão ou sangramento, mudança de cor, forma ou tamanho. Aqui a opinião de um médico especialista será fundamental para detectar o problema e sua solução.

Cuidados com a pele antes, durante e após a gravidez
Matérias Relacionadas
Cuidado com a pele Melasma

Melasma é uma condição que afeta a pele causando manchas sempre em áreas expostas e com mais frequência no rosto.

Cuidado com a pele Dicas para Clareamento da Pele

A enorme exposição da pele ao sol e agentes externos pode causar manchas e excessiva pigmentação da pele. Por isso,

Saúde da Mulher Manchas na Pele Causadas pelo Sol

As manchas na pele podem surgir por diferentes causas, mas o sol é considerado o maior inimigo da pele e

Beleza da Mulher Maquiagem para Deixar o Rosto mais Magro

A maquiagem pode te tornar mais belas e realçar ou esconder alguma característica do seu rosto. Trazemos, então, alguns truques

Cuidado com a pele Vitiligo: Despigmentação da Pele

O vitiligo não é uma doença que afeta a pele com o aparecimento de manchas esbranquiçadas na mesma, que podem

Comentário Anônimo(opcional)

Comentário com seu Facebook
Existem 2 Comentários para a Dica "Manchas na Pele que Aparecem Durante a Gravidez e como Tratá-las"
Jaqueline Gonçalves

Gostaria de saber que tipo de mancha é essa na minha pele. ela é meio esbranquiçada, mas escura ao mesmo tempo, faltam 4 dias para minha menstruação descer. será que pode ser uma gravidez?

Jaqueline Gonçalves

Desculpe, esqueci de informar que a mancha é no bumbum.