Fumantes Passivos: os Filhos

Fumantes Passivos: os FilhosOs fumantes passivos, principalmente as crianças não só crescem em contato com a fumaça do cigarro, mas também tem maior chance de desenvolver doenças, como: asma, infecções respiratórias, alergias, náuseas, problemas do sono, cárie dentária, etc.. Acredita-se que 40% dos fumantes passivos seja crianças até 5 anos de idade.

Meu filho é um fumante passivo?

O fumante passivo é aquela pessoa que apesar de não consumir os produtos derivados do tabaco, respira as substâncias tóxicas e cancerígenas presentes na fumaça, do cigarro, por exemplo.

Há algum tempo atrás se pensava que somente as pessoas que fumavam eram prejudicadas, no entanto vários estudos já comprovaram que aquelas pessoas que estão sempre em contato com o fumante pode ser afetado. Por isso a criação de leis que regula o consumo de cigarro em lugares públicos (locais de trabalho, hospitais, restaurantes, transportes públicos, etc..).

É sabido que o tabagismo passivo é extremamente prejudicial para o bebê e em crianças em processo de desenvolvimento e crescimento. E os pais e parentes próximos devem tomar atitudes para não deixar a criança num ambiente com pessoas que fumam, contudo se complica se são os próprios pais e os parentes que são os fumantes.

Riscos para a Saúde

A fumaça do cigarro contém milhares de partículas químicas que podem causar câncer e outras doenças. Na queima do cigarro são liberadas mais de 4000 substâncias na forma de partículas e de gases. Os componentes gasosos são: dióxido de carbono, monóxido de carbono (principal constituinte), formaldeído, amônia, dimetilnitrosamina, hidróxido de cianeto e acroleína. As partículas são: alcatrão, benzeno, benzopireno e nicotina.

Recentes estudos demonstram que crianças expostas à fumaça do cigarro desde pequena são mais propensas a doenças respiratórias, como asma, infecções pulmonares (bronquite e pneumonia), doenças cardiovasculares, distúrbio de comportamento e do desenvolvimento neurológico, otite e câncer principalmente dos pulmões. Estas crianças sofrem 70% a mais problemas respiratórios e gripe do que aquelas que não vivem em contato com a fumaça. O perigo está destes problemas de saúde se tornar crônicos ou recorrentes, e muitas vezes sendo necessário partir para cirurgia, por exemplo, para controlar as infecções frequentes de ouvido com acúmulo de líquido (mastoidite).

Chegou-se a conclusão depois de várias pesquisas que filhos de fumantes parecem ter dificuldade de aprendizado, problemas de comportamento como hiperatividade, atraso no desenvolvimento da linguagem. Sem dizer que filhos de fumantes, com certeza, têm grande probabilidade de se tornarem fumantes no futuro.

O fumante passivo também pode sofrer dor de cabeça constante, olhos irritados, laringites, rouquidão, náuseas, tonturas, indisposição, cárie e irritabilidade. E podem se agravar se a criança for obesa.

Apesar de se tentar conscientizar as mulheres grávidas do perigo do cigarro e do mal que acomete o bebê, 30% das mulheres fumantes não param de fumar neste período. E 50% delas retornam ao vício após o nascimento mais cedo ou mais tarde.

Fumar durante a gravidez aumenta o risco de o bebê ter baixo peso ao nascer, ser prematuro, ter problemas no desenvolvimento… E assim que o bebê nasce se continuar respirando ar contaminado aumenta as chances de morte súbita infantil e sofrer os problemas já citados.

Portanto, se você minha amiga, está pensando em ser mãe ou já é, pense: Se você não consegue parar de fumar por sua própria causa, vale a pena parar pelos seus filhos. Eles terão a vida toda pela frente e já bastam os problemas do dia a dia, e ainda eles terão que levar consigo sequelas que não tiveram escolhas? É bom pensar!

51% das crianças são fumantes passivas segundo estudo
Matérias Relacionadas
Saúde da Mulher O Que eu Ganho ao Deixar de Fumar?

O número de fumantes e mortes causadas pelo uso do tabaco aumenta cada vez mais, hoje vamos falar sobre os

Maternidade Por que Preciso Deixar de Fumar na Gravidez?

Os danos do tabagismo materno na saúde do bebê são evidentes. No entanto, muitas grávidas continuam fumando. Por que é

Cuidado com a pele Males do Cigarro para Pele

O cigarro provoca vários danos para a nossa saúde, muitos deles já bem conhecidos. Mas o que muitas vezes não

Maternidade Como Prevenir Infecções de Ouvido no Bebê

As infecções de ouvidos são uma verdadeira dor de cabeça para os pais e causam muito desconforto e dores para

Saúde da Mulher Cigarro: O maior inimigo do pulmão

Todos já sabemos que o hábito de fumar é ruim para a saúde, tanto de homens como de mulheres. Mas

Comentário Anônimo(opcional)

Comentário com seu Facebook
Nenhum Comentario para Dicas "Fumantes Passivos: os Filhos"