Educação Especial

Educação EspecialEm nosso país, muitas são as dificuldades enfrentadas pelas pessoas com necessidades especiais. Existe desde a dificuldade para locomoção nas ruas e calçadas, por exemplo, até a falta de acessibilidade de tecnologias assistivas, em diversos locais, principalmente nas escolas do ensino regular, local que a priori, deveria obrigatoriamente estar preparado para a prática da inclusão de alunos com todos e mais diversos tipos de deficiências ou limitações.

As crianças e jovens com necessidades especiais, são aquelas que por alguma alteração em seu desenvolvimento, exigem certos arranjos e modificações complementares no programa educacional escolar, que tem que ter como objetivo, torná-las autônomas e capazes, e o mais independentes possível, para que assim possam alcançar e desenvolver todo seu potencial. As deficiências podem provir de diversas situações: condições auditivas visuais, intelectuais, mentais ou motoras, de condições ambientais desfavoráveis, do desenvolvimento neurológico, psicológico ou ainda de ordem psiquiátrica.

A Educação Especial é uma subdivisão da Educação que se dedica ao atendimento e a aprendizagem de pessoas com deficiência em instituições especializadas, tais como escolas para surdos, escolas para cegos ou escolas regulares para atender pessoas com deficiência mental, sendo que em alguns países, a Educação Especial é feita fora do sistema regular de ensino. O que não é o caso do Brasil, que tem uma Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva (2008) e que inclui outros tipos de alunos, além daqueles que apresentam estas deficiências.

A Educação Especial é constituída para atender de forma especifica e exclusiva alunos com determinadas necessidades especiais e no Brasil, inclui-se a educação especial desde o ensino de pessoas com deficiências, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotados, passando pelo ensino de jovens e adultos, alunos do campo, quilombolas e indígenas, até mesmo o ensino de competências profissionais.

Algumas escolas dedicam-se apenas a um tipo específico de necessidade, enquanto outras se dedicam a vários. E por isto o ensino especial tem sido alvo de críticas por não promover o convívio entre as crianças especiais e as demais crianças. Por outro lado, a escola direcionada para a educação especial deve contar com materiais, equipamentos e professores especializados, além das adaptações de acessibilidades, como por exemplo, rampas e corrimões em seus corredores. O sistema regular de ensino necessita ainda em âmbito nacional, ser devidamente adaptado e pedagogicamente transformado para atender de forma qualitativa e substancialmente inclusiva os alunos, que dela necessitam para a sua aprendizagem e desenvolvimento social.

Sendo assim, é importante e urgente tornar real e acessível, uma escola com condições favoráveis e pontuais, para que assim, este seja um local verdadeiramente inclusivo e não excludente, para todos os alunos que dela participem, com necessidades especiais ou não.

Educação Especial
Matérias Relacionadas
Intimidade Feminina Criança “Especial”

A chegada de uma criança é sempre uma bênção e uma alegria para os pais e toda a família, isso

Intimidade Feminina Educação Criativa

Pesquisas apontam que a educação brasileira é uma das piores do mundo, já que segue o modelo tradicional que não

Intimidade Feminina Inteligência Musical

A inteligência musical é uma das muitas inteligências que possuímos e que muitas vezes não desenvolvemos. É caracterizada pela habilidade

Intimidade Feminina Educação Global – Aprendizagem Transformadora

Atualmente todos estamos de alguma forma conectados com a informação imediata e veloz, interagindo em mundo cada vez mais globalizado

Intimidade Feminina Educação de Valores Humanos na Escola

O sistema educativo brasileiro tem enfrentado muitos problemas e estes tem causado transtornos para as famílias dos alunos e os

Comentário Anônimo(opcional)

Comentário com seu Facebook
Nenhum Comentario para Dicas "Educação Especial"